Ajuda | Mapa do Site | Fale Conosco | Acessibilidade | FAQ   | | |

Site do IGA


Documento sem título

Site da IEDE disponibiliza arquivos para download

Array

São 34 arquivos no total disponíveis para download

23/06/2014  - Foto: Reprodução

São informações referentes a localidades, distritos e vegetação, além de mapas de Minas Gerais

Usuários que precisam de arquivos em shapefile, mapas e documentos disponibilizados pelo Instituto de Geoinformação e Tecnologia (IGTEC) e pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) têm agora mais facilidade para acessar essas informações. Na página na internet da Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais (IEDE) foi criada uma seção para downloads dos dados oficiais de Minas Gerais quanto à vegetação, localidades e distritos, além de mapas da divisão territorial do Estado.

No link www.iga.mg.gov.br/IEDE, o interessado pode buscar no menu principal a seção de downloads, onde é possível baixar as seis camadas de vegetação (cultivada, floresta, cerrado, campo, cultivo e vereda), localidades (cidades, capital, vilas e aglomerado rural isolado) e limites (município, distrito, unidades de uso sustentável, de proteção e de conservação, terra indígena e Regiões de Planejamento). Todos esses arquivos estão em formato shapefile. Há ainda mapas e documentos em PDF da divisão territorial, regiões de planejamento, macro e mesorregiões do Estado e a relação dos 1660 distritos mineiros com suas respectivas leis de criação.

A seção no site da IEDE também proporciona ao usuário acesso a arquivos que são revistos de tempo em tempo. “Destacamos que as camadas da base da divisão territorial de Minas Gerais, de competência exclusiva do IGTEC, estão sempre atualizadas quando ocorrem ajustes nas linhas de limites”, comenta a consultora Marília Markus.

IEDE

A Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais, IEDE-MG foi instituída em junho de 2010 pelo Decreto Estadual nº 45.394, sendo um instrumento que visa consolidar e articular a produção e gestão de dados e informações geoespaciais no âmbito da Administração Pública do Estado, proporcionando uma abordagem metodológica, fundamental no estágio atual da produção e utilização da Informação Geográfica.

IGTEC apoia lançamento do programa Ciência e Tecnologia na Educação

O governador destacou que o Estado está investindo em algo perene, que é a educação

O governador destacou que o Estado está investindo em algo perene, que é a educação

05/06/2014  - Foto: Wellington Pedro/Imprensa MG

Serão distribuídas ferramentas tecnológicas para a qualificação de professores e alunos da rede pública e de universidades estaduais

A diretoria e assessorias do Instituto de Geoinformação e Tecnologia (IGTEC) participaram, nesta quarta-feira (04/06), do lançamento do programa Ciência e Tecnologia na Educação, desenvolvido pelas secretarias de Estado de Educação (SEE) e de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), a qual o IGTEC é vinculado. A ideia é a qualificação de professores e alunos, oferecendo ferramentas para capacitação e suporte tecnológico em sala de aula.

Serão beneficiados alunos e professores do Ensino Básico (fundamental e médio) e Superior do Estado. O Governo de Minas distribuirá 2.900 tablets a professores das universidades do Estado de Minas Gerais (Uemg) e Estadual de Montes Claros (Unimontes). Também serão entregues 1.000 laboratórios virtuais (pendcards) às universidade estaduais e 4 mil a escolas da rede estadual de ensino.

Em seu pronunciamento, Alberto Pinto Coelho destacou a importância do programa para melhorar ainda mais a educação em Minas Gerais.\"Na sociedade do conhecimento, há um tripé fundamental para que possamos oferecer avanços para todos: a educação, a tecnologia e a inovação. Mais do que os instrumentos que vamos colocar disponíveis, é fundamental o conteúdo das ferramentas disponibilizadas e ofertadas não só para os professores, mas também para os nossos alunos. Estamos investindo em algo que é perene e cujo retorno é imediato. Com a aplicação do programa, virão os resultados. Nada pode ser mais expressivo do ponto de vista dos avanços do que as conquistas da educação, da ciência e da tecnologia\", afirmou o governador.

Com essa iniciativa, todos os professores da rede pública de ensino superior do Governo de Minas devem ter seu  próprio tablet. Com melhor acesso à tecnologia e informação, os educadores terão disponíveis conteúdos específicos, auxiliando diretamente nas atividades pedagógicas e na qualidade do ensino, além de tornar as aulas mais atraentes.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, falou sobre a importância de levar ferramentas tecnológicas para as salas de aula para melhorar a educação. \"Usando a ciência e a tecnologia para, efetivamente, dar uma contribuição para a melhoria do ensino público em Minas Gerais, que já é o melhor do Brasil. O aporte dessas tecnologias, no modelo que fizemos, naturalmente vai resultar em um ganho extraordinário. Nós estamos levando a ciência para a sala de aula\", disse.

Para a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, as novas tecnologias serão importantes para ajudar a atrair e fixar o aluno na sala de aula, especialmente no ensino médio, em que a evasão chega a 38%. \"Um dos motivos é que os cursos não são atraentes. A gente hoje compete na escola com internet, com o mundo externo, com as lan houses. Temos que tornar a escola atraente para o aluno e, hoje, o jovem, o adolescente, que tem obviamente uma grande atração pela internet, pelas redes sociais. Temos que transformar tudo isso em ferramenta pedagógica e é isso que esse projeto acaba de fazer\", destacou.

 Ferramentas utilizadas

Os docentes terão disponíveis diversas ferramentas, sendo uma delas os laboratórios virtuais, que atendem as licenciaturas, formação continuada de professores e educadores, e alunos do Ensino Básico Superior, que poderão acessar as práticas para melhorar o ensino na rede pública. Contemplando oito áreas de formação (matemática, informática, bioquímica, arquitetura, física, letras, química e biologia), esses laboratórios são ambientes eletrônicos para experimentação à distância. Incluem jogos educativos, simuladores de laboratórios e vídeos informativos.

Uma biblioteca e um estante virtual da Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) estarão disponíveis na internet, gratuitamente, com um amplo acervo e capacidade para suportar o compartilhamento de informações por vários grupos e redes sociais. Os livros e material acadêmico possibilitarão ainda integrar vários elementos multimídias ou em arquivos no formato PDF, e-books, dentre outros, tornando, assim, um ambiente significativo para transmitir e criar informação para estudantes, provendo-os de um mecanismo efetivo e de fontes confiáveis para auxiliar no desenvolvimento das atividades educacionais.

O programa contempla, também, a criação de um repositório oficial de trabalhos e artigos acadêmicos desenvolvidos por alunos e professores. No caso específico de cursos de Ensino a Distância, oferecerá aos professores ou tutores de aprendizagem a possibilidade de ferramentas específicas para a criação de materiais educacionais não impressos, voltados para as necessidades do ambiente web, incluindo texto, gráficos, experimentos e links para outros tipos de materiais e situações em ambiente web.

Para facilitar para os tutores, salas master em rede, localizadas em Montes Claros, Frutal, Belo Horizonte e Ibirité e compostas por espaço para customização de material em Ensino a Distância, produção de conteúdos educacionais e designer instrucional serão ofertadas aos usuários.

IGTEC disponibiliza para download lista com 1659 sedes e distritos de Minas Gerais

Distrito de Santa Joana (Itamarandiba): um dos últimos a serem criados no Estado

Distrito de Santa Joana (Itamarandiba): um dos últimos a serem criados no Estado

16/05/2014  - Foto: Ernane Frois/Ascom Itamarandiba

Tabela congrega todos os municípios, a área territorial de cada um e seus distritos

Está disponível para download no site da Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais (IEDE) a tabela com a relação dos 1659 distritos de Minas Gerais, sendo 853 sedes municipais (cidades) e 806 sedes distritais (vilas). A atualização data de 30 de abril deste ano, e as informações podem ser acessadas no link: http://www.iga.mg.gov.br/IEDE/.

A tabela apresenta, em ordem alfabética, todos os municípios mineiros, os geocódigos dos mesmos na Base Territorial Brasileira, bem como suas áreas territoriais. Também são apresentados os distritos e suas respectivas áreas, além da lei de criação das vilas e o ano em que foram incorporadas na Base da Divisão Territorial de Minas Gerais.

Conforme a planilha, os municípios de Barbacena, Governador Valadares e Ouro Preto apresentam em suas divisões territoriais a maior quantidade de distritos: são 12 em cada um. Em seguida vêm Caratinga, Conceição do Mato Dentro e Diamantina com 10 distritos cada.

No caso de Belo Horizonte, a capital tem dois distritos: o primeiro a ser criado foi o de Venda Nova, conforme lei de setembro de 1923, e o Barreiro, estabelecido em lei de agosto de 1995.

Equipe do IGTEC elabora estudo técnico e participa da criação de mais seis distritos em MG

Carlos Tavares Jr/Flicker

Carlos Tavares Jr/Flicker

13/05/2014  - Foto: Ernane Frois/Ascom Itamarandiba

Estado soma agora 806 distritos, todos incluídos na base cartográfica com a divisão territorial

O número de sedes e distritos em Minas Gerais aumentou para 1659 com a criação, até abril deste ano, de mais seis vilas em três municípios. Agora o Estado soma 853 sedes municipais (cidades) e 806 sedes distritais (vilas), já incluídas na base cartográfica com a divisão territorial de Minas.

Em Itamarandiba, no Vale do Jequitinhonha, os engenheiros do Setor de Limites do IGTEC se dedicaram por uma semana ao trabalho de campo para a elaboração do estudo técnico que serviu de base para a criação dos distritos de Santa Joana, Dom Serafim, Santa Luzia de Minas e Várzea de Santo Antônio.

Para o prefeito de Itamarandiba, Erildo do Espírito Santo Gomes, a mudança representa uma conquista muito relevante para os moradores dessas áreas do município. “Com a criação dos distritos, teremos a telefonia móvel e a instalação de órgãos essenciais, como cartório e Correios, benefícios que poderão chegar com maior rapidez para a população”, acredita.

Outros distritos

No Norte de Minas, no município de Pai Pedro, foi instalado o distrito de Vila Sudário. Já na Região do Campo das Vertentes, no município de Senhora dos Remédios, os moradores do antigo povoado de Japão comemoram a mudança de status do aglomerado rural para distrito.

A base da divisão territorial de Minas Gerais está disponível para download no link: http://www.iga.mg.gov.br/iede_download/.



CSS válido!

<

IGTEC | Rod.Pref Américo Gianett,s/nº - Prédio GERAIS, 8° and. - Serra Verde - 31630-901 Belo Horizonte - MG Todos direitos reservados. Aspectos Legais e Responsabilidades